Quer receber dicas de Negócios, Empreendedorismo e Marketing Digital.

Adicione seu email abaixo e receba gratuitamente informações sobre diversos temas para seu desenvolvimento pessoal.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro conosco!

5 dicas para terminar o que você nunca termina

5 dicas para terminar o que você nunca termina

Você é uma pessoa que começa vários projetos ao mesmo tempo e os abandonam no meio do caminho? Tem o costume de pagar o mês na academia e não ir a 5% das aulas? Já mudou de curso na faculdade algumas vezes?

Se você respondeu sim para alguma das perguntas acima, provavelmente já deve ter se questionado sobre este comportamento ocorrendo em outras áreas de sua vida.

Algumas pessoas sofrem desse mesmo vício, bem como, não concluem suas tarefas, ocasionando projetos pessoais inacabados, planos e sonhos frustrados.

Da mesma forma algumas vezes podemos dizer que isto ocorre por causa da procrastinação, de fato, alguns psicólogos relatam problemas de ansiedade e foco também. Mas na verdade, existem muitos motivos para as desistências acontecerem. Surpreendentemente em alguns casos é necessário da intervenção de um profissional para não causar um dano maior.

Minha Experiência

Quando eu tinha entre 16 e 18 anos (não lembro bem a idade), tinha o costume de deixar 10%-20% de café guardado na xícara dentro da geladeira para a próxima vez (eu sei, não tem explicação). O pior é que eu unia constantemente o café novo com o que estava na geladeira e assim virou o ciclo por um longo tempo. Até o dia que fui humildemente ameaçado (obrigado, mãe!).

Naquela época eu achava natural, mas quando comecei a trabalhar, isso me prejudicou bastante.  

E no trabalho?

Bom, sempre fui bom no trabalho, mas semelhantemente tinha o costume de iniciar um projeto e tempos depois precisar de ajuda para finaliza-lo, inevitavelmente perdia totalmente o interesse.

Entretanto, com o passar dos tempos e, em um determinado momento, percebi que era um problema e que deveria ser tratado, já que estava afetando bastante minhas metas pessoais e profissionais.

Assim sendo, diante deste problema, passei a seguir estas dicas, elas me ajudaram bastante no inicio da mudança e posteriormente me ajudam a realizar alguns sonhos.

São elas:

1 – Anote a tarefa em um papel

Principalmente essa dica, funciona muito bem.

Hoje em dia, com essa quantidade de tecnologia a nosso dispor, chega a ser uma afronta ter que anotar tarefas no papel. Contudo é justamente por isso que a tarefa deve ser anotada, quando você anota algo no papel e deixa aparente, posteriormente aquilo passa a te incomodar de tal modo, que você não quer deixar aquele maldito papel amarelo na sua frente.

Inesperadamente, o simples fato de anotar algo no papel sempre lembramos posteriormente (falarei sobre isso em outro post).

2 – Feito é melhor que perfeito não feito

A sociedade tem o costume de nos embriagar com a teoria de que tudo deve ser perfeito, e isso acaba gerando um problema maior para as pessoas (muitos deles psicológicos).

Nosso cérebro funciona de forma simples. Portanto, apenas termine o que se propôs a fazer, ainda que não se sinta confortável com o futuro resultado, finalize e faça uma nova tarefa.

Antes de prosseguirmos, tenho algo bem sério para lhe dizer: Não se sabote, não estrague algo que é simples tentando ir pelo caminho mais difícil.

Lembre-se: Feito é melhor que perfeito não feito!

3 – Positivismo – Se torne uma pessoa totalmente positiva

A princípio, para lhe auxiliar no processo, você precisar listar dois fatores negativos (que podem atrapalhar) e dois fatores positivos que você vai adquirir com o término daquela tarefa.

Busque focar apenas nos fatores positivos, a fim de reverter o seu mindset negativo, você precisa concluir a tarefa. Tenha sempre em mente que seus pensamentos vão influenciar o resultado final.

4 – Estabeleça prioridades

Quebre a tarefa em pequenas tarefas, dessa forma você não ficará desmotivado achando que não vai conseguir.

Resolver 6 tarefas de 10 minutos soa mais simples que resolver 1 única tarefa de 1 hora.

E sempre que você terminar uma tarefa se parabenize pelo esforço agregado, isso vai estimular o seu cérebro a sempre querer terminar algo.


Não deixe de ler


5 – Consiga um amigo

É muito importante você conversar com algum amigo e explicar o que anda fazendo. Não sinta vergonha de pedir ajuda solicitando para ele um feedback do projeto 1 vez por semana. Dessa forma você inconscientemente se compromete a finalizar as tarefas e cada vez mais seguir em frente.

Conclusão

É muito importante para você ao longo das atividades verificar os sinais que estão sabotando a produtividade na sua rotina pessoal/profissional. Se mesmo com essas dicas você não conseguir mudar seus hábitos e/ou perceber o que anda atrapalhando o seu dia a dia, sugiro que você procure ajuda de um psicólogo. Ele com certeza vai saber lhe auxiliar no processo para reverter a situação para algo positivo.

E-book com 10 segredos para não procrastinar

E você, o que achou do post? Já passou por isso? Como resolveu? Por favor deixe nos comentários, sua opinião vai ajudar outras pessoas.

Até a próxima!

Sobre o Autor

Geriel Castro
Geriel Castro

Geriel Castro Sócio Fundador da 7Giros Soluções – Consultor de Negócios, Empreendedor e Empresário atuando a mais de 10 anos no mercado de tecnologia, onde ja realizou vários projetos em diversas áreas como: Mídias sociais, Marketing digital, Desenvolvimento, aplicativos e sistemas para tomada de decisão.